Miguel Ângelo Bôto cria o Brasão de Armas do Gran Priorato Templário do Brasil – Cavalaria Espiritual São João Batista

O Brasão de Armas do GPTB-CESJB foi criado pelo heraldista Miguel Ângelo Bôto

O heraldista Fr.++ Miguel Ângelo Bôto, Comendador Templário, Mestre Rei de Armas de Portugal e Cavaleiro Honorário do Gran Priorato Templário do Brasil – Cavalaria Espiritual São João Batista – GPTB-CESJB criou o Brasão de Armas do Gran Priorato o qual ofereceu ao Mestre Templário Fr.+++Albino Neves.

 Brasão de Armas do Gran Priorato Templário do Brasil - Cavalaria Espiritual São João Batista

Segundo o heraldista Miguel Bôto o esquartelado I e IV contidos no Brasão “simbolizam as armas do Brasil Imperial” e o esquartelado II e III “as Armas da Ordem do Templo (campo de prata, cruz de duplo transepto de vermelho). Também é apresentado o Colar Templário, com algumas cruzes usadas ao longo dos tempos desde a fundação da Ordem”.

Dom André Cardoso foi quem solicitou ao heraldista, em nome do Mestre Templário Albino Neves, a feitura do Brasão de Armas do GPTB-CESJB o que foi aceito com muito bom grado pelo Mestre Português.

O Mestre Templário Albino Neves entre os Irmãos Edouard e Dom André Cardoso

Ao receber o desenho original o Mestre Templário do Brasil agradeceu ao Irmão Dom André e também ao Irmão heraldista Miguel Ângelo Bôto pelo trabalho realizado: “Honra-nos saber que o Brasão de Armas do Gran Priorato Templário do Brasil – Cavalaria Espiritual São João Batista foi confeccionado por um dos mais respeitados heraldista da Europa. Somos muito gratos pelo trabalho realizado e pelo carinho a nós dedicados” disse o Mestre Templário Albino Neves complementando “esperamos que um dia, ambos os Irmãos, possam compartilhar conosco da divisão do sal, do pão e do vinho, no Templo São João Batista”.