Manual Templário do Brasil

Poucos Templários no Brasil, quiçá no mundo tem aceso ao Manual Templário de orientação espiritual para a condução e direção dos trabalhos da Ordem do Templo, tendo em vista que tais informações são reservadas e assim devem permanecer para garantir que a Ordem continue preservada da cobiça e da vaidade dos infiéis e impuros de coração.

Ao longo dos séculos o Manual Templário Espiritual da Ordem do Templo sempre foi dividido em doses homeopáticas entre os Irmãos, cabendo ao seu guardião fazê-lo desta forma para que os que se orientem por ele fortaleçam suas consciências e sejam merecedores de penetrar nos mistérios da Ordem.

O Gran Prior e Legado Magistral do Brasil, hoje exercendo o cargo de 52º Grão-Mestre da OSMTH Magum Magisterium Don Albino Neves assegura que ser guardião de tal missão, significa se preparar a cada dia para se tornar digno de merecimento.

O Manual deve ser traduzido na medida do avançar dos trabalhos Templários.

Na parte prática da Ordem o Manual Templário tem a finalidade de alinhar os ritos, estudos, trabalhos e reuniões do Templo no Brasil, na América Latina e todo o mundo.

É preciso que cada dirigente saiba para que e o porquê de cada rito, símbolo e objeto utilizado nos trabalhos Templário. Desta forma, as Tercias, Comendadorias, Prioratos e Gran Prioratos vinculados ao GPTB-CESJB e à OSMTH Magnum Magisterium poderão ter acesso aos estudos primitivos, principalmente no que tange aos estudos de elevação espiritual e graus hierárquicos, muitos dos quais eram praticados no Cristianismo Primitivo.

“A Ordem não é apenas vestir o Manto Branco Sagrado, mas sim honrá-lo buscando ser melhor a cada dia” destaca o Gran Prior Internacional da GIPT-SMOTH, hoje Grão Prior da Espanha - OSMTH Magnum Magisterium Fr.+++ V.M.Iacopo e para isso “é necessário estudo, trabalho, determinação e acima de tudo respeito aos ensinamentos do Cristo e à hierarquia da Ordem” conclui o Gran Prior.

O Grão-Mestre Dom Fernando Campello Pinto Pereira de Sousa Fontes assegurou em 2015 que a União Templária Internacional passa pela unificação dos trabalhos do Templo e reforça a importância da obediência da hierarquia. 

Seguindo os passos de seu antecessor o 52º Grão-Mestre Don Albino Neves garante que seu objetivo é trabalhar para a unificação dos trabalhos Templários em todo o mundo e que para isso conta com o apoio de ltas autoridades da OSMTH Magnum Magisterium nomeados por Don Fernando de Sousa Fontes e mantidos por ele.